Cultura organizacional na escola de reforço: o que é e como implantar




Tão importante quanto as relações e a comunicação externa, manter um ambiente saudável e devidamente alinhado com a comunidade escolar é, sem dúvidas, algo que precisa de atenção.


Quando falamos sobre gestão, um dos principais tópicos que devemos levantar é os hábitos que a administração propaga, pois são eles que guiam todas as ações da instituição.


Podemos considerar que a cultura é algo inerente ao trabalho da gestão, muito relevante para que o público entenda as práticas escolares, e que determina o valor do trabalho do diretor e da coordenação pedagógica.


A seguir, iremos conversar sobre como funciona a cultura organizacional e como ela é uma definição importante para a sua escola de reforço.


Continue a leitura!



O que é a cultura organizacional?


Os costumes de uma organização são baseados em todas as relações presentes no seu dia a dia, e fazem parte dos desafios diários de uma escola.


Todas as práticas de comunicação, como as decisões são tomadas, o projeto pedagógico e outros aspectos também relevantes, fazem parte da conduta de uma instituição.


Esse conjunto de práticas influencia diretamente o ambiente interno, ou seja, interfere na forma como a sua escola é vista pelo meio externo, e é responsável pelo alinhamento dos comportamentos da comunidade.


Esse conceito também abrange a cultura empresarial e corporativa, que diz respeito à forma como os negócios são coordenados e a maneira como trata seus clientes, ou seja, os pais dos seus alunos.


Todas as práticas, políticas e comportamentos refletem no todo, ou seja, os hábitos, comportamentos, crenças e princípios estão diretamente ligados à mentalidade da sua equipe. Um exemplo disso é a escolha do uniforme, que corresponde aos princípios da instituição.


É dever da gestão elaborar uma cultura organizacional que seja ligada às estratégias pedagógicas estabelecidas, sendo condizente com o que os pais esperam do sistema de ensino.



Você precisa ter um diferencial no mercado


Outra questão relevante é a sua autoridade no mercado e quais são os diferenciais que você tem a oferecer.


Após quase dois anos de ensino à distância, a necessidade de reforço escolar aumentou significativamente. Segundo pesquisa feita pelo Data Folha, encomendada pelo Itaú Social, a Fundação Lemann e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e divulgada pelo site O Globo, sete a cada dez pais de alunos do ensino básico consideram que os filhos precisarão de apoio pedagógico na retomada das aulas presenciais.


A pesquisa ainda aponta que 76% dos estudantes em fase de alfabetização precisarão de mais atenção no seu processo de ensino de agora em diante.


Inúmeras escolas de reforço irão ganhar visibilidade e força a partir dessas informações, e a concorrência ficará cada vez maior.


Por isso, é importante que a gestão busque formas de estabelecer uma conduta institucional que contemple os princípios internos ao mesmo tempo que seja transformadora para ganhar destaque e passar à frente dos concorrentes.





Cultura organizacional: movimento de experiências e valores


Cada escola possui sua própria identidade, e é isso que a faz ser diferente no mercado. Os valores de uma instituição estão diretamente ligados a isso.


A partir da experiência de cada um de seus funcionários, o que eles trazem consigo compõe os valores por trás da proposta pedagógica, o que é um dos principais fatores na construção do comportamento geral.


Assim, temos dois conceitos principais que abrangem essa ideia:



Instituído


Todas as questões burocráticas e o que já é pré-estabelecido, como os conjuntos de legislações, as políticas públicas e os programas vigentes.



Instituinte


Essas são as práticas subjetivas dos sujeitos presentes na escola, ou seja, os professores, alunos, equipe de gestão, pais e comunidade. São esses indivíduos, suas resistências, seus pontos de vista e seus comportamentos que compõem a organização como um todo.


Dessa forma, podemos considerar que as dinâmicas são totalmente exclusivas porque o que não é instituído e vem de forma externa contribui para a identidade da instituição.



Elementos da cultura organizacional de uma escola


Para concretizar uma cultura, devemos pensar em alguns pontos importantes:


Crenças da empresa: elas são estabelecidas através da convivência entre as pessoas que compõem o ambiente de trabalho.


Valores organizacionais: quais pesos cada coisa tem dentro da sua escola? Quais são as suas visões, missões e valores? Nesse tópico, podemos considerar as premissas do marketing institucional como um norteador desses princípios.





Costumes exercidos: aqui, consideramos que eles são a materialização das crenças e dos valores.


Atividades e tarefas gerais: toda a equipe deve exercer suas tarefas e funções com o intuito de se aperfeiçoar, melhorando os resultados esperados para cada área.


Cerimônias realizadas: formal ou informalmente, é importante estabelecer uma relação harmônica para que eventos sejam realizados de forma agradável.



O que muda na sua escola de reforço?


Você deve lembrar que as atitudes e crenças exercidas afetam diretamente todos os espaços e interferem no produto final, que é a captação e a fidelização das suas matrículas.


Se não houver uma boa organização da gestão, não será possível extrair o melhor que a escola tem a oferecer, e seus objetivos podem ser prejudicados.


Por isso, manter uma cultura organizacional significa refletir a ética e a moral pensando em como ela pode ser uma orientação positiva para firmar fatores importantes, guiando decisões e preparando a escola para as futuras campanhas de matrículas.


Também é relevante lembrar que o conceito age diretamente no desenvolvimento do capital humano pelo seu poder de orientação moral e ética, apresentando aos colaboradores quais são as expectativas da instituição e como ela deseja se apresentar no mercado, sem diminuir as características pessoais e respeitando o posicionamento de todos.



Ambiente favorável para o desempenho e satisfação da comunidade escolar


Desenvolver esse conceito significa preparar um ambiente mais saudável, estimulando a produtividade com mais motivação para atingir grandes resultados.


A tendência é que os funcionários deixem de se preocupar somente com questões externas e dediquem suas ações para manter um local de trabalho produtivo, sabendo que essas atitudes internas reforçam o que é visto e consumido de fora.


Professores satisfeitos com seu local de trabalho serão mais instigados a realizarem um planejamento pedagógico efetivo, buscando inovar e dinamizar suas atividades, para que os alunos absorvam os conteúdos e concretizem seu aprendizado.


Uma cultura bem definida irá fortalecer os objetivos tanto da gestão quanto dos docentes e demais indivíduos, ajudando-os a crescer conforme as metas. Por outro lado, a falta desse elemento pode levar sua escola a problemas de rotatividade de funcionários e problemas internos.


Se você deseja fazer a diferença dentro do mercado de reforço escolar, deve começar a agir e instituir bons valores de cultura organizacional na sua gestão.



Gostou do conteúdo? Preparamos outros artigos especialmente para você, que deseja transformar a educação. Acesse clicando abaixo:





11 visualizações0 comentário